Competências do profissional do futuro



O mercado de trabalho ao longo dos anos sempre foi marcado por mudanças e tais mutações sempre exigiram da sociedade uma renovação para, assim, poder ser possível acompanha-lo tanto em questões ideológicas como também em competências.


Dentro dessas mudanças sempre foi esperado que o funcionário tivesse determinada característica que conseguisse entregar um produto ou serviço final, como já foi dito e podemos citar como exemplo a revolução industrial onde o foco não era analisar as habilidades dos operários, mas sim que eles conseguissem concluir determinada tarefa em um espaço curto de tempo de forma mecanizada.


Entretanto, na sociedade contemporânea com todas as mudanças e benefícios que a tecnologia nos trouxe, é necessário que tenhamos outros tipos de atitudes de acordo com o ambiente e espaço tempo que estamos inseridos. Isso nos traz uma questão muito importante: Quais são as competências que um profissional do futuro precisará ter para se adaptar a esse mercado?


O que são competências?


Para nós administradores competência é a junção de conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) que um profissional tem, como retratado anteriormente. Em suma, competências englobam a capacidade que um colaborador tem de auxiliar a empresa em seu dia a dia, seja na tomada de decisões, ou até mesmo em tarefas mais simples que farão a empresa se destacar entre as demais.


Para as empresas, analisar bem as competências de cada funcionário é primordial, pois facilita na criação de um plano de carreira para ele dentro da organização, resultando em menos rotatividade, fazendo com que eles observem seu crescimento dentro do ambiente de trabalho os tornando mais motivados.


Diferenças entre competências e habilidades.


Em alguns lugares é bem comum ver a utilização desses dois termos como sinônimos, entretanto é uma prática bem errônea, veja o motivo.

Habilidades


São capacidades adquiridas através de esforço, ou seja, aprendidas por meio de um treinamento ou experiências,é utilizada para o desenvolvimento em uma área específica ou para a realização de tarefas.


De uma forma mais rasa, habilidade é o que adquirimos após um esforço dado no aprendizado de uma tarefa. Como exemplo pode-se colocar a execução de planejamentos.

Competências


As competências são o conjunto de habilidades e conhecimentos alcançados que permitem a realização efetiva de uma tarefa ou como diz no dicionário, a qualidade de quem é capaz de apreciar e resolver certo assunto, fazer determinada coisa; capacidade, habilidade, aptidão, idoneidade.


As competências são o conjunto de habilidades e conhecimentos alcançados que permitem a realização efetiva de uma tarefa ou como diz no dicionário, a qualidade de quem é capaz de apreciar e resolver certo assunto, fazer determinada coisa; capacidade, habilidade, aptidão, idoneidade.


Competências estão mais relacionadas à capacidade de realizar uma tarefa de forma eficiente utilizando as habilidades adquiridas.


Por que devo me desenvolver?


Bem, talvez você já tenha ouvido questionamentos como “por que meus títulos e diplomas não foram suficientes?”, ou até mesmo já os fez a si mesmos e, antes de tentar respondê-las, faça a seguinte pergunta “por que a empresa deve me contratar e não o outro?”, a partir desse ponto que podemos entender a importância de  nos desenvolvermos.


É visível que a entrada no mercado de trabalho é um caminho desafiador e bem competitivo, onde muitas pessoas possuem objetivos em comum e desejam alcançá-los, em contrapartida as empresas buscam um diferencial dentre todos os candidatos que mostre que ele é a pessoa certa para aquela oportunidade.


Desenvolver suas competências te faz alcançar muito mais do que apenas um cargo específico ou uma vaga esperada, mas também faz você estar apto a lidar com certas situações cotidianas colocando seus conhecimentos adquiridos em prática.


Competências esperadas para o profissional do futuro


Agora que já sabemos do que se trata as competências e a necessidade de desenvolve-las nós chegamos enfim a questão: O que precisarei desenvolver no futuro? Aqui estão algumas competências que estão em alta no mercado, e muitas empresas tem exigido de seus colaboradores, visando um futuro em que a tecnologia está crescendo e a inovação é o ponto chave para o crescimento.  São elas:


Resolução de problemas complexos: Ter um raciocínio claro e facilidade de enxergar soluções são características admiráveis e com grande peso no mercado atual.De acordo com a revista Exame “nos próximos quatro anos 36% das atividades em todos os setores da economia deverão exigir habilidade para solução de problemas complexos”.


Pensamento crítico: Pensamento tático, clareza na comunicação, habilidade de fazer perguntas pontuais, reconhecer problemas e possuir olhares amplos que abrangem diversas perspectivas define o conceito de pensamento crítico, os atributos dessa competência são úteis em várias áreas de atuação e até mesmo na vida pessoal.


Criatividade: Entregar soluções inovadoras e ideias ainda não pensadas são características de pessoas criativas e que são de grande ajuda para a inovação dentro das empresas. “Profissionais criativos terão a oportunidade de se beneficiar desde cenários de rápidas transformações em produtos, tecnologias e modos de trabalho” diz a revista Exame.E lembre-se: os robôs perdem para nós em criatividade, pois não possuem ideias inusitadas e inteligentes, além de não pensarem fora da caixinha.


Gestão de pessoas: Parte da função de um gestor é saber desenvolver e motivar sua equipe além de identificar talentos, sendo uma característica indispensável de grandes líderes, características essas que são bem observadas pelas empresas na hora da seleção de candidatos.


Coordenação: A capacidade de coordenar as próprias ações de acordo com as ações de outras pessoas, é um dos atributos esperados e a organização pessoal também é destacada. Vale destacar que para líderes trata-se de uma competência crítica e aspectos ligados à colaboração e facilitação de processos são algumas das características que especialistas apostam como obrigatórias nos CEOs do futuro.


Inteligência Emocional: A capacidade de administrar suas emoções é fundamental para profissionais. Segundo o economista espanhol José Ramón Pin, professor da IESE Business School, a gestão adequada das emoções é uma habilidade que pode fazer profissionais passarem pela crise com mais serenidade e sem perder o “espírito de luta”.


Tomada de decisões: Pessoas que possuem visão holística, facilidade em análise de situações, e rapidez para tomar decisões serão destacadas entre as demais, uma vez que a tomada de decisões em ambientes complexos é uma das características principais que um líder possui. De acordo com especialistas, acertar em soluções neste ambiente é meio caminho para o sucesso no mundo dos negócios.


Empatia: Ajudar e entender os outros ainda é visto como uma habilidade indispensável ao trabalho em equipe, uma realidade que sempre se fez presente nas organizações. Uma empresa é composta de pessoas e o trabalho em equipe é essencial.


Negociação: “Relacionar-se com pessoas é um constante negociar. Por isso, habilidades de negociação e conciliação de diferenças são importantes para todos os profissionais.” Diz a revista exame.


Flexibilidade cognitiva: “capacidade de criar ou usar diferentes conjuntos de regras para combinar ou agrupar as coisas de diferentes maneiras” é assim que o relatório do Fórum Econômico Mundial define a flexibilidade cognitiva. Podemos dizer que é utilizar da criatividade e capacidade de adaptar as coisas para alcançar os objetivos.


Como me desenvolver?


Aqui estão algumas dicas que vão te ajudar a dar esse pontapé inicial para desenvolver suas competências e ter um diferencial no mercado de trabalho.

  • Esteja motivado a melhorar: A motivação é o primeiro passo para uma rotina de desenvolvimento. Encontre bons motivos para responder o “por que” de você querer tanto esse desenvolvimento e descubra os benefícios que esse desenvolvimento pode lhe trazer.


  • Tenha uma meta clara: Bem relacionado com a dica anterior, tenha seu objetivo em mente “Por que estou fazendo isso?” “Quais benefícios eu irei ter?”. Isso ajuda a manter o foco e não desviar do caminho, além de estar sempre motivado e saber exatamente o que quer alcançar.


  • Esteja sempre disposto a ouvir e aprender: Se desenvolver é um caminho que possui grandes pedras, e estar disposto a ouvir é essencial. Procure ajuda e dicas daqueles que já passaram por esse processo e hoje tem boas experiências para compartilhar.


  • Invista em autoconhecimento:Conhecer a si mesmo é essencial ao falar da busca por melhorias e desenvolvimento. Como melhorar se não conheço os pontos que devo melhorar? Esse questionamento é sanado com o autoconhecimento, em que você encontra seus atributos a serem mudados, outros a serem melhorados e aqueles em que tem uma boa desenvoltura.


  • Procure apoio especializado:Após todo esse conhecimento e planejamento, invista em si, foque nos pontos a serem desenvolvidos e então busque cursos, treinamentos e ajuda de pessoas que podem te guiar nesse desenvolvimento e desenvolva-se.


Sendo assim podemos notar que o mercado exigirá futuramente diversas competências que exigiram uma maior atenção de todos nós e por isso é sempre importante lembra que, o aprimoramento das suas competências e habilidades profissionais deve ser uma meta diária, na qual você investirá tempo e dedicação para mostrar ao mercado o seu valor e os seus diferenciais.

Por Beatriz Santos e Maria Moreira
Gerente de Inteligência de Mercado e Analista de Mídias Sociais.

Entre em Contato com os nossos Consultores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *